Café na Cafeteira Italiana

Saiba como preparar café na cafeteira italiana de forma simples e prática e saboreie um delicioso café espresso em casa

Diversos métodos de preparo estão em alta na atualidade, como a cafeteira italiana, prensa francesa,  aeropress, entre outros.  

Não é pra menos, já que temos cada vez mais opções de sabores, aromas, notas e extrações à disposição, sem contar a alta qualidade dos cafés, cada vez mais difundida no consumo diário.  

Foi com essa premissa que a cafeteira italiana foi criada. O italiano Afonso Bialetti foi o responsável pela invenção da Moka, como também ficou conhecida a cafeteira italiana.  

O método é prático e o consumo em casa é de fácil acesso.

Nesse artigo, vamos te contar sobre a sua história e ensinar como utilizar a Moka da melhor forma, assim você pode fazer um delicioso café em casa. 

Entenda a história da Moka 

Registros oficiais mostram que nosso querido café foi cultivado pela primeira vez no Iêmen.

Por isso, a primeira cafeteira italiana, quando criada, em 1933, recebeu o nome de Moka, em homenagem à cidade de Moca, de onde vinham cafés de ótima qualidade.  

Sua criação, como dissemos acima, foi obra do italiano Afonso Bialetti, que se inspirou na cidade árabe e na silhueta das mulheres da época, ressaltando o charme no design.  

Afonso tinha o hábito de observar mulheres levando roupas em tanques.

Esse tanque possuía um mecanismo que fazia com que a água quente com sabão pegasse pressão e chegasse à roupa por um tubo central, facilitando todo o processo.

Se você já conhece a Moka, deve ter notado a semelhança.  

Bialetti replicou o que viu nos tanques na criação da Moka, fazendo a primeira e uma das únicas formas de extrair café por pressão da água fervida em casa.

Além de charmosa, a cafeteira também deixa o café com um sabor único, diferente de outros métodos como infusão e coagem.  

Como ela funciona e como preparar 

Já demos alguns spoilers acima, mas vamos explicar melhor como funciona a cafeteira em si.

Ela é conhecida por levar o sabor do espresso para casa, sem precisar de máquinas.

A comparação não é literal, mas as extrações têm seus pontos em comum.  

O método é simples e prático, mas para chegar ao resultado perfeito do café encorpado, ressaltando o amargor e com pouca acidez que a Moka proporciona, precisamos saber para que serve cada parte dela e como podemos utilizá-las da forma correta.  

(Imagem – Bialetti Brasil)

Na parte inferior é onde vai a água, você pode completar até antes de chega na válvula de segurança.

Lembrando que o ideal é que você use água filtrada.  

A parte do meio, que é onde fica o recipiente com furinhos, é onde fica o pó de café.

A moagem ideal é a média/ grossa. Com a moagem fina a água pode ter dificuldade de passar.

É importante não pressionar o pó na peneira, mas distribuí-lo bem até a borda.  

Na última peça, que é a superior, é onde o café pronto se deposita.

Uma boa dica é colocar algumas gotinhas de água fria nessa parte antes de levar a cafeteira ao fogo, porque quando o café sobe, se ele entrar em contato diretamente com o alumínio quente, acaba queimando, deixando um gosto amargo bem forte.  

O encaixe das peças é bem simples, é só acomodar a peneirinha na parte inferior, e enroscar a parte superior no sentido horário.  

Aí é só levar ao fogo e esperar a mágica acontecer! 

É importante ficar por perto observando, pode até deixar a tampa aberta.

Assim que o café começar a subir, é necessário tirar a Moka do fogo e fechar a tampa para que o líquido não respingue para fora.  

A Moka não é térmica e, por isso, aconselhamos que o café seja consumido assim que pronto!  

Recomendações da Veroo  

Por mais fácil e prática que a Moka seja, temos algumas dicas e recomendações para dividir com você sobre o preparo do café.  

Os tamanhos da cafeteira italiana são variados, tendo como base o número de xícaras que ela vai servir de café.  

Ficar atento à quantidade de água é fundamental, não deixando o nível ultrapassar a válvula. 

O café não deve ser pressionado na peneirinha, apenas bem acomodado. 

As proporções recomendadas são: 1 grama de café para cada 16 ml de água.

Ou seja, se sua cafeteira tem capacidade para 200ml de água, a quantidade de café deve ser de 12,5 gramas, o que deve ser o suficiente para acomodar o pó na peneira.  

Outro ponto que vale observar é a moagem escolhida do pó de café, se for muito fina, dificulta a passagem da água. O ideal é uma moagem média, mais “grossinha”.  

A nossa última recomendação e, talvez, a mais importante é usar um café especial de qualidade, como os nossos. Dessa forma, você pode aproveitar da melhor forma seu cafezão.  

Queridinha por muitos motivos 

Além de charmosa, prática e produtora de café delicioso, a cafeteira italiana tem muitos outros atributos, como a sustentabilidade.  

  • Por não precisar de coadores de papel ou pano, diminui a sobra de dejetos. 
  • Não utiliza energia no seu preparo. 
  • Sua matéria prima é o alumínio, de fácil reciclagem. 
  • Como não é frágil por não possuir vidros, diminui também embalagens de proteção no transporte. 

Precisa de mais?  

Nossa querida Moka, além de tudo, é de fácil manutenção e cuidados, podendo durar a vida inteira.

Basta trocar a borrachinha na rosca que encaixa a parte superior e inferior cerca de uma vez a cada 6 meses ou 1 ano. Facíl, né? 

Sobre as marcas de cafeteiras italianas 

Falamos muito sobre a Bialetti, criadora da Moka, por ter sido a pioneira.

O preço dessas cafeteiras pode ser um pouco “salgado”, mas existem outras opções que tem um ótimo funcionamento e custo-benefício.  

Em 2018, o número de cafeteiras italianas adquiridas no Brasil passou de 80 mil, expandindo o método e aumentando a produção de boas cafeteiras aqui mesmo.  

Não precisa ficar preso à uma única marca para aproveitar 100% dessa extração. =) 

Você pode comprar a sua cafeteira italiana no site da Bialetti Brasil ou de marcas variadas em lojas físicas e na internet.

Os preços podem variar de R$30 a mais de R$200, dependendo do modelo. 

Conclusão  

A cafeteira italiana é cheia de história e curiosidades e ficamos felizes de compartilhar um pouco disso com você!  

Ela é realmente incrível e tem como resultado um café muito saboroso e distinto.  

Agora que você já tem tudo para começar a utilizar essa belezura da melhor forma, não esqueça de compartilhar com a gente o seu resultado!  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *