Café especial: A história inspiradora da produtora Cleide Vilete

9 minutos para ler

Foi no Caparaó Mineiro que encontramos a história inspiradora da família Vilete, que transformou a produção de café da família em algo mais especial e de alta qualidade. Junto com seu esposo Cristiano e suas filhas Heloísa e Maria, Cleide mudou completamente a forma de cuidar do café e enxergar as coisas.

Familia Vilete

A transformação da produção de café da família Vilete em Espera Feliz – MG

Se você é um amante de café, com certeza já ouviu falar sobre café especial. E se você ainda não conhece, prepare-se para se apaixonar! Café especial é uma categoria de café que se destaca pela alta qualidade e sabor único, resultado de um processo de produção minucioso e cuidadoso.

E foi justamente em busca desse processo que Cleide Vilete, mãe e produtora de café na região do Caparaó Mineiro, decidiu mudar completamente a produção da sua família. Cleide e seu esposo Cristiano cresceram em famílias de produtores de café e, por isso, já estavam familiarizados com todas as etapas do processo de produção. No entanto, eles sempre produziram café comum, também conhecido como commodity.

Foi a filha mais velha do casal, Heloisa, quem mudou o rumo da produção de café da família. Curiosa com os processos de produção do café especial e a valorização do meio ambiente, ela convenceu seus pais a mudarem completamente a produção. Foi um desafio, mas Cleide começou a pesquisar cursos e formas de mudar a produção de café e começar a se dedicar ao novo aprendizado.

Cleide se matriculou em um curso de café especial e dedicou-se inteiramente ao aprendizado, passando seus conhecimentos para a família e transformando a produção de café da família em algo muito mais especial e de alta qualidade. Além da filha mais velha, a pequena Maria, de apenas 5 anos, também ajuda na produção do café e se mostra curiosa e interessada no processo.

Com a dedicação à produção de café especial, a família não mudou apenas a forma de cuidar do café, mas também a maneira de enxergar as coisas. Antes de começarem a produzir café especial, o sítio não tinha nome. No entanto, agora ele se chama Sítio Maria Hêlo, em homenagem às filhas Maria e Heloisa.

O café que você recebeu neste mês de maio veio diretamente do Sítio Maria Helô em Espera Feliz, na região do Caparaó Mineiro. É um café especial, de alta qualidade e sabor único, que você não pode deixar de experimentar. E ao tomar uma xícara desse café especial, lembre-se da história de Cleide Vilete, uma mãe e produtora de café que se dedicou a produzir algo realmente especial.

A região do Caparaó Mineiro: um tesouro do café especial

O Caparaó Mineiro é uma região que possui altitude média entre 900 e 1.300 metros e clima favorável para o cultivo do café especial. A região é conhecida por sua rica biodiversidade, que inclui diversas espécies de fauna e flora, além de rios e cachoeiras.

Além disso, a região é marcada por um fenômeno natural chamado de “relevo acidentado”, caracterizado por montanhas e vales que criam microclimas únicos. Essas condições climáticas e geográficas únicas contribuem para a produção de cafés com perfis sensoriais distintos e complexos.

Os cafés produzidos na região do Caparaó Mineiro possuem características únicas, que se destacam no paladar dos apreciadores de café. Os grãos geralmente apresentam notas frutadas, florais e cítricas, além de uma acidez equilibrada e aroma intenso. A produção é realizada por pequenos produtores, muitos dos quais utilizam métodos de cultivo orgânico e sustentável, resultando em cafés especiais de alta qualidade e com sabores únicos.

Imagem do Sitio Maria Helô

Outra curiosidade interessante sobre a região é que o Pico da Bandeira, o terceiro ponto mais alto do Brasil, está localizado no Parque Nacional do Caparaó, que abrange áreas de Minas Gerais e Espírito Santo. O parque é um importante ponto turístico da região, atraindo visitantes que desejam explorar suas trilhas, cachoeiras e belezas naturais.

Enfim, o Caparaó Mineiro é uma região que não apenas produz cafés especiais de alta qualidade, mas também é um verdadeiro tesouro natural do Brasil.

Saboreie o café especial da Cleide Vilete: aroma doce e intenso com notas de damasco e creme de avelã

Foto café da Cleide Vilete da edição de maio

O café da Cleide Vilete é um verdadeiro tesouro da região do Caparaó Mineiro. Produzido com muito cuidado e dedicação, o café especial do Sítio Maria Helô traz consigo as características únicas do terroir da região, aliadas à técnica e conhecimento adquiridos pela família na produção de café especial.

O lote de café especial da Cleide que chega em sua casa no mês de março tem pontuação 85 pontos, na escala SCA, atinge uma marca que demonstra a alta qualidade do café produzido pela família. Seu aroma é doce e intenso, com notas de damasco e creme de avelã que conferem uma experiência sensorial única e deliciosa.

A variedade do café especial da Cleide é um Catuaí Vermelho, uma espécie que se adapta muito bem ao clima da região e garante a qualidade e sabor únicos do café. Além disso, o processamento é feito por meio do método de Cereja Descascada, que é uma técnica que consiste em retirar a casca do fruto, também chamado de cereja, deixando apenas uma pequena parte da mucilagem aderida ao grão. Essa técnica permite que o café absorva uma parte do açúcar natural da fruta, conferindo notas de doçura na bebida.

Esse método de processamento tem sido muito utilizado em regiões cafeeiras que apresentam altitudes elevadas, como é o caso da região do Caparaó Mineiro, onde está localizado o Sítio Maria Helô da Cleide Vilete. O clima e a altitude da região proporcionam uma maturação uniforme dos frutos e uma alta concentração de açúcares, o que faz com que o processamento cereja descascado seja uma excelente escolha para a produção de cafés especiais

Portanto, ao degustar uma xícara do café da Cleide Vilete, você está tendo uma experiência única e autêntica, que traz consigo todas as características e sabores da região do Caparaó Mineiro, além do cuidado e dedicação de uma mãe e produtora que busca sempre otimizar suas técnicas de produção, buscando mais qualidade a cada lote produzido.

“O Café da Cleide é uma sobremesa completa!!” Neto Fante

Aprenda como e qual o melhor método de preparo para esse café especial

Para deixar a experiência de tomar o café da Cleide Vilete ainda mais gostosa, nosso especialista separou algumas sugestões de métodos de preparo, como a prensa francesa ou a Pressca, a V60 e a Melitta.

Café da edição de Maio

01 – Métodos de Infusão: Prensa e Pressca:

Para o preparo na prensa francesa ou na Pressca, você vai precisar de 8g de café especial da Cleide Vilete em moagem grossa e 100 mL de água quente.

Comece colocando o café na prensa ou na Pressca e adicione a água quente. Mexa por 30 segundos e deixe em infusão por 3 minutos. Após o tempo de infusão, abaixe o êmbolo e sirva em uma xícara ou caneca.

02 – Método de preparo V60:

Para o preparo na V60, você vai precisar de 8g de café especial da Cleide Vilete em moagem grossa e 100 mL de água quente.

Antes de começar a preparar o café, é importante escaldar o filtro de papel para remover impurezas e sabor desagradável. Despeje a água quente no filtro e descarte a água.

Em seguida, coloque o café moído na V60 e despeje a água quente em círculos concêntricos sobre o café, permitindo que a água escorra lentamente através do filtro. Isso ajuda a extrair o sabor do café de maneira uniforme.

03 – Método de preparo na Melitta:

Para o preparo na Melitta, você vai precisar de 8g do café especial da Cleide Vilete em moagem grossa e 100 mL de água quente.

Assim como na V60, é importante escaldar o filtro de papel antes de colocar o café. Em seguida, coloque o café na Melitta e despeje a água quente lentamente sobre todo o café, agitando o filtro para ajudar na extração uniforme.

Independentemente do método escolhido, a proporção sugerida é de 8g de café para 100 mL de água quente. Além disso, é importante utilizar água filtrada e fresca para evitar sabores desagradáveis e impurezas. Seguindo essas dicas, você poderá apreciar o delicioso café especial da Cleide Vilete em casa.

Se você é um amante de café e quer ter a oportunidade de experimentar cafés especiais de diferentes regiões do Brasil, o Clube Veroo é a escolha certa para você. Assinando o nosso clube, você receberá todo mês em sua casa um café especial de pequenos produtores brasileiros, cuidadosamente selecionados por nossos especialistas em cafés.

Além disso, como membro do Clube Veroo, você terá acesso a conteúdos exclusivos sobre o universo dos cafés, dicas de preparo e histórias inspiradoras de produtores brasileiros.

Venha fazer parte do nosso clube de assinatura. Clique aqui para se inscrever e comece a receber os melhores cafés especiais do Brasil em sua casa.

Posts relacionados

Deixe um comentário